Notícias - Fórum do Pensamento Crítico

Fórum Itaboraí sedia evento sobre práticas e soluções para consolidação do fortalecimento do SUS

Encontro reuniu gestores públicos e profissionais de saúde de seis municípios

 

O Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura na Saúde, unidade da Fiocruz em Petrópolis, sediou ontem (11) a 15ª Roda de Práticas e Soluções em Saúde e Ambiente IdeiaSUS. O encontro faz parte da cooperação técnica coordenada pela Presidência da Fiocruz, com a participação do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde (Conasems), no âmbito da Rede de Apoio à Gestão Estratégica do Sistema Único de Saúde (SUS). As rodas de práticas têm o objetivo de promover espaços de reflexão sobre SUS nos municípios. Em Petrópolis, o encontro reuniu, além dos agentes promotores, secretários municipais e profissionais de saúde de seis municípios do interior do estado do Rio de Janeiro, sendo quatro da Região Serrana (Petrópolis, Nova Friburgo, Macuco e Carmo) e dois do Centro Sul (Vassouras e Paraíba do Sul).

 

Para Valcler Rangel Fernandes, Chefe de Gabinete da Presidência da Fiocruz e Coordenador do IdeiaSUS, a iniciativa é um bom exemplo dos esforços da Fiocruz em atuar para além do papel que deve exercer uma instituição federal ligada ao Ministério da Saúde, fortalecendo o relacionamento direto com estados e municípios. “Nossa concepção é olhar para o SUS como um grande ambiente de inovação e olhar para a expansão da Atenção Básica, que acontece nos territórios, e que possibilitou o crescimento dessa grande plataforma de práticas em saúde”, complementa o coordenador.

 

O IdeiaSUS parte do princípio que a troca de experiências - exitosas ou não - são essenciais ao processo de consolidação e fortalecimento do SUS. “As rodas de prática servem para vermos que o SUS está vivo, que as iniciativas estão acontecendo e acontecendo com qualidade”, reforça Maria da Conceição de Souza Rocha, Presidente do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Rio de Janeiro (Cosems RJ) e Secretária Municipal de Saúde de Piraí. “Precisamos conhecer e debater sobre as necessidades de saúde e as necessidades sociais, porque são elas que acabam orientando como vamos organizar as políticas públicas no território”, complementa Maria da Conceição.

 

Felix Rosenberg, Diretor do Fórum Itaboraí, celebra a oportunidade das diferentes esferas governamentais se encontrarem para refletir sobre práticas em saúde. “A sinergia entre as instituições federais, como é o caso da Fiocruz, e o executor local é determinante para que, de um lado, a população perceba a ação do poder público como um todo, de forma integrada, e, de outro, para que a comunidade seja vista em sua totalidade e não como algo fragmentado. E as novas tecnologias sociais em saúde devem focar nos territórios onde as famílias de maior exclusão social habitam”, avalia Rosenberg.

 

Conheça, a seguir, as práticas apresentadas na 15ª. Roda. Todas a práticas do IdeiaSUS são disponibilizadas na Plataforma Colaborativa do IdeiaSUS (www.ideiasus.fiocruz.br).

 

PRÁTICAS DA REGIÃO SERRANA:

1- Secretaria Municipal de Saúde do município de Macuco: Implementação do Protocolo do "Ponto G da Gestação"/ Dia da semana escolhido para a realização do pré-natal através do cuidado em rede/ampliação do acesso.

2- Secretaria Municipal de Saúde do município de Carmo: A Saúde Mental como campo de atuação da terapia comunitária integrativa: o fortalecimento do acolhimento aos sofrimentos no CAPS.

3- Secretaria Municipal de Saúde do município de Petrópolis: Participação popular na Estratégia Saúde da Família em Petrópolis: experiência de organização de Conselhos Locais nas sete regiões da Rede Básica de Saúde.

4- Secretaria Municipal de Saúde do município de Nova Friburgo: O Acesso da Mulher ao pré-natal: organização da Atenção Básica como porta de entrada e coordenadora do cuidado.

 

PRÁTICAS DA REGIÃO CENTRO SUL:

5- Secretaria Municipal de Saúde do município de Vassouras: Atenção Domiciliar: a integralidade do cuidado promovendo saúde e prevenindo agravos.

6- Secretaria Municipal de Saúde do município de Paraíba do Sul: Vigilância Itinerante.

 

 

Fórum Itaboraí recebe autoridade angolana de saúde pública

O interesse central é a experiência da Fiocruz no município com plantas medicinais
 
O Fórum Itaboraí: Política, Ciência e Cultura na Saúde, unidade da Fiocruz em Petrópolis, recebeu ontem (12) a visita do Dr. Zynga David, vice-diretor do Instituto Nacional de Investigação em Saúde - INIS, instituição equivalente à Fiocruz em Angola, ligada ao Ministério da Saúde daquele país africano. A visita teve um particular interesse no trabalho desenvolvido pelo Fórum com plantas medicinais, no âmbito do seu Programa de Biodiversidade e Saúde, dado o notório uso das plantas na medicina tradicional de povos africanos.  
“Em Angola, como em outros países de nosso continente, temos uma tradição muito forte no uso de plantas para cuidados com a saúde. Neste momento, o nosso país vive a fase de aprovação da Política Nacional de Medicina Tradicional e nós temos, no INIS, um departamento que trabalha notadamente com plantas medicinais. Diante deste cenário e considerando que uma de nossas especialidades é controle de qualidade, vemos a necessidade de termos um laboratório de referência que faça o controle de qualidade também das plantas para o uso da população” explica Dr. Zynga. O pesquisador e gestor público  visitou, ainda, o quilombo da Tapera, onde está localizado o horto do Arranjo Produtivo Local –APL de Plantas Medicinais, iniciativa liderada pelo Fórum Itaboraí, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Petrópolis, agricultores do município e pesquisadores da Fiocruz, que fazem a certificação científica.
A vista do Dr. Zynga foi fomentada, também, na esfera de cooperação internacional da Rede de Institutos Nacionais de Saúde da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa – CPLP, da qual a Fiocruz e o INIS são membros e cujo Secretário Executivo é Felix Rosenberg, também diretor do Fórum Itaboraí. “O interesse de uma autoridade angola em saúde pública com o nosso trabalho de plantas medicinais mostra o quão relevante é esta experiência integrada e sustentável de desenvolvimento local para a saúde, que culmina na dispensação de medicina natural e segura para a população, via postos de saúde do SUS. Iniciativa que começou em 2012 e vem colocando Petrópolis como referência nacional em plantas medicinais”, avalia Rosenberg, lembrando que esta experiência é um ciclo completo, que envolve desde a identificação, catalogação, análise fitoquímica e genética das plantas, passando pelo acompanhamento técnico do cultivo e produção, coleta, beneficiamento e distribuição, via Sistema Único de Saúde -SUS.
Durante a visita, o vice diretor do INIS também conheceu outros trabalhos desenvolvidos pelo Fórum. “Fiquei igualmente interessado no estudo de determinantes sociais de saúde nas comunidades. Esta visita à Fiocruz tem o propósito de conhecermos com mais detalhes o trabalho da instituição e, quem sabe, desenharmos um acordo de cooperação técnica entre INIS e Fiocruz. Temos muito a contribuir também com investigação na área de saúde pública com Brasil”, conta Dr. Zynga que, além do Fórum Itaboraí, esteve em visita também na sede da Fiocruz, no Rio de Janeiro, onde dois técnicos angolanos do INIS permanecerão por dois meses se aperfeiçoando a partir da experiência da Fiocruz em comunicação, informação e biblioteconomia.
 
Felix Rosenberg, diretor do Fórum Itaboraí e Dr. Zynga David, vice-diretor do Instituto Nacional de Investigação em Saúde - INIS da Angola.

Fórum Social da Juventude de Petrópolis

Organizações de jovens publicam "Carta da Juventude". Documento foi elaborado a partir de discussões do "I Fórum Social da Juventude de Petrópolis" 

 

As organizações de jovens do município, representadas na coordenação do I Fórum da Juventude de Petrópolis, realizado em associação e nas dependências do Palácio Itaboraí/Fiocruz, iniciaram divulgação da “Carta da Juventude”.

O documento foi elaborado a partir dos registros das inúmeras atividades que compuseram a programação do evento, com especial destaque às Mesas de Debates e Rodas de Conversas que abordaram temas variados selecionados pelos jovens a partir de seus interesses particulares.
De acordo com seus autores, a “Carta da Juventude” apresenta aos Poderes Públicos e à sociedade Petropolitana, de forma geral, o contexto sócio-político e cultural, segundo os participantes do Fórum, suas análises e críticas, assim como proposições de formas de abordagem e resistência às dificuldades que identificam em suas experiências como cidadãos em nosso município.
 
Veja uma entrevista com o jovem Nathan Gomes, um dos organizadores do evento e responsáveis pela carta, no programa "Um programa e Tal", da Rede Petrópolis de Televisão: https://m.facebook.com/story.php?story_fbid=2212541579018739&id=397293763699529
 
Clique aqui para ver a "Carta da Juventude" ou aqui para saber mais sobre o "I Fórum Social da Juventude de Petrópolis".
 

 

Fórum Social da Juventude de Petrópolis 2018: Diálogo e Diversidade

O Dia Internacional da Juventude, celebrado anualmente no dia 12 de agosto, foi criado por Resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) durante a Conferência Mundial dos Ministros Responsáveis pelos Jovens, reunidos em Portugal em 1999.

A data serve à reflexão sobre as ações políticas dos governos na melhoria da qualidade de vida dos jovens de todo o mundo, assim como à discussão sobre a responsabilidade destes com o futuro do planeta.

Com o compromisso de contribuir na repercussão dos debates e discussões políticas deste importante segmento da sociedade, o Fórum Itaboraí/Fiocruz convida os jovens do município para participar do Fórum Social da Juventude de Petrópolis que ocorrerá dia 25 de Agosto, das 9h30 às 17h, no Palácio Itaboraí.

Durante todo o dia acontecerão atividades coordenadas pelos próprios jovens junto à equipe da Fiocruz, como rodas de rima e de conversa, apresentações musicais, exibições de filmes, etc.

Confira a programação confirmada* do evento:

Mesas:

· MESA I - Políticas para a juventude: panorama nacional e local (Auditório) Horário: 11h

· MESA II - Desdobramentos do Fórum Social da Juventude de Petrópolis (Auditório) Horário: 14h30

 

Rodas de Conversa:

· Roda de conversa: Juventude e Política (Tenda ou Sala 1) Horário: 10h

· Roda de Conversa: Juventude e Sexualidade – (Tenda ou Sala 2) Horário: 10h20

· Roda de Conversa: Produção Cultural (Tenda) Horário: 12h30

· Roda de Conversa: Juventude LGBT (Tenda) Horário: 12h30

· Roda de Conversa: Juventude Preta (Tenda ou Sala 2) Horário: 13h10

· Roda de Conversa: Juventude e Feminismo (Tenda ou Sala 1) Horário: 13h50

 

Apresentações Artísticas:

· Contrapartida - Roda de rap (Palco Garagem) Horário: 10h

· Grupo Afro Serra - Roda de Jongo (Palco Jardim) Horário: 10h

· Camerata de Cordas OCPIT - Música Instrumental (Sala de exposições) Horário: 10h

· Duo Clarineta e Violão - Música Instrumental Popular (Sala de exposições) Horário: 10h20

· A Arte da Resistência - Poesia marginal (Palco Garagem) Horário: 10h30

· Roda Cultural do CDC - Nação HipHop (Palco Jardim) Horário: 12h30

· Vidas Negras – Performance teatral Sala I (2º Andar) Horário: 12h30

· Projeto Ação Social pela Música no Brasil - Música Instrumental Erudita (Sala de exposições) Horário: 12h30

· Marcelo StreetDance - Apresentação de dança (Palco Garagem) Horário: 12h30

· Performance Brenda Lima - Sala I (2º Andar) Horário: 12h50

· Camerata de Violões Arealense - Música Instrumental Erudita (Sala de exposições) Horário: 13h

· Banda Bárbara Pio - Banda pop/rock (Palco Garagem) Horário: 13h20

· Teoria Abstrata - Grupo de rap (Palco Jardim) Horário: 13h30

· Canto Solo - Repertório variado (Palco Jardim) Horário: 13h50

· Capoeira Imperial - Roda de capoeira (Palco Garagem) Horário: 14h

· Dança Espanhola e Ballet - Associação Franciscana de Solidariedade (SEFRAS) (Sala de exposições) Horário: 14h

· Igor Oggy e banda - Banda de pop/rock (Palco Garagem) 16h

 

Outras atividades:

· Intervenção de Grafite com Karlin KRLM (Tenda) Horário: Dia inteiro

· Oficina de Plantas Medicinais (Espaço de beneficiamento) Horário: 10h

· Exibição de Curtas: "Me respeite" e "Sala de Estar" produção dos alunos do Colégio Estadual Dom Pedro II (CENIP) (Sala Multimídia) Horário: 12h30

· Oficina de Mangá e Cartoon (Cafeteria) Horário: 13h

· Exibição de filme: "A casa de vocês é muito lá em cima” - Centro de Defesa de Direitos Humanos (CDDH) - documentário e debate (Sala Multimídia) Horário: 13h

· Oficina Degustação de Teatro do Oprimido (Espaço Tenda) Horário: 13h20

 

Exposições:

· Maquetes com materiais recicláveis (Cafeteria) Horário: 9h30 às 17h

· Miniaturas de Papelão (Cafeteria) Horário: 9h30 às 17h

· Exposição de desenho e ilustração com Matheus Quinan - Horário: das 09h30 às 17h00

· Exposição de Cartoon e Mangá com Luis Augusto Ferreira - Horário: das 09h30 às 17h00

* A programação poderá ser alterada até o dia do evento e estará em constante atualização.